Saturday, 10 January 2015

Por que fazer parte do Grupo Godllywood?

É preciso fazer parte do Grupo Godllywood para se tornar uma mulher de Deus? Saiba o que acho...



Thursday, 4 December 2014

Uma Carta de Desculpas



Eu gostaria de pedir desculpas para uma das minhas melhores amigas. Percebi que eu não estava sendo uma boa amiga para ela. Esses são uns exemplos. Se preparem... são ruins!

Quando ela compartilhava seus sonhos preciosos comigo, ao invés de incentivá-la, eu a enchia de medo e dúvidas. “Amiga, você não está sonhando alto demais não?” eu perguntava. “Será que você está apta para isso? Tome cuidado! Talvez isso não serve para você, amiga... melhor esquecer!” Bom, eu pensava que estava salvando-a de desilusão, mas eu estava matando seus sonhos.

Quando ela me contava dos seus planos para mudar, dentro de mim, eu ria porque não acreditava. Num tom duvidoso, eu lembrava ela das outras, muitas, vezes que ela tinha tentado mudar e não havia conseguido. Por que seria diferente dessa vez? Eu pensava que eu estava ajudando-a a ser realista, mas na realidade eu estava mantendo-a presa ao seus erros.

Quando ela tentava dar a sua opinião, eu aconselhava ela a ficar quieta. “Melhor não” eu dizia. “E se você disser algo que lhe envergonhará? Você nunca sabe o que os outros vão pensar. E se lhe julgarem mal? Melhor ficar quieta, amiga”. Pensei que estava poupando-a vergonha, mas eu estava calando a sua voz.

Quando ela errava, eu fazia questão de relembrá-la dos seus erros. Pensava que, se ela nunca mais os esquecesse, nunca mais iria cometer os mesmos. Todos os dias eu apontava suas falhas. Pensava que eu estava ajudando-a a ser uma pessoa melhor, mas eu estava fazendo-a pagar por algo que seu Senhor havia já pago por ela.

Depois de muitos anos desse mau tratamento da minha parte, ela finalmente deu basta nisso e teve a coragem de me contar como se sentia. Ela me falou que se eu quisesse continuar ser a sua amiga, eu precisava mudar o jeito em que eu tratava ela, pois ela não iria mais aceitar aquele tipo de tratamento. Ela merecia melhor. Ela estava finalmente elevando seus padrões e qualquer uma que se considerava a sua amiga, tinha que tratá-la com dignidade e respeito.

Quando eu a ouvi dizer isso para mim, eu fiquei muito chocada. Eu finalmente percebi o quanto eu tinha sido uma amiga má e negativa. Fiquei triste ao perceber o quanto eu magoei ela. Minhas intensões com ela eram boas, mas o que eu fazia era horrível. Mas, embora que eu me sentisse mal quando soube como ela sofria por causa de mim, eu também aprendi a respeitá-la. Eu a conhecia por muitos anos, mas parecia que eu estava a vendo pela primeira vez. Parecia que uma nova mulher estava na minha frente... a mulher perante de mim intendia seu valor! Que lindo!

“Querida amiga”, eu lhe disse com um coração partida: “Me desculpa! Desculpa que eu não lhe respeitei. Desculpa que lhe magoei com as minhas palavras e más decisões. Desculpa que lhe ofendi tantas vezes. Desculpa que não acreditei em você. Desculpa pelas coisas que vem tão naturalmente para mim, mas que lhe causaram muita dor... por favor, me perdoa!” Esta carta de desculpa é para minha melhor amiga... Moti Bernardino! Sim, é para mim mesma!

Esse ano eu trabalhei no segundo relacionamento mais importante na minha vida, depois do meu relacionamento com Deus... o meu relacionamento comigo mesma. Aprendi a me valorizar. A ficha finalmente caiu. Levantei meus padrões. Decidi a me tratar com a mesma dignidade e respeito que eu tratava os outros. Nunca diria para os outros a metade daquilo que eu diria para mim mesma. Então, por que aceitar dizer aquelas coisas para mim mesma?

Agora é sua vez. Como tem sido seu relacionamento consigo mesma? Talvez quando leu a minha carta, você pensou: “Como ela poderia ter sido tão malvada com a sua amiga?” Mas você aceita ser malvada consigo mesma. No fundo do fundo, o que você pensa de si mesma e fala para si mesma? Eleve seus padrões e constrói um relacionamento melhor consigo mesma!

Lembre-se, você vai estar consigo mesma o resto da sua vida. Você não acha que deveria se tratar bem? Se tem alguém que você valoriza, cuida bem e trata melhor que todos, essa deve ser você mesma!

Tenho sentido falta de dividir minhas experiências com vocês! JJJ


Um abraço cheio de amor!

Wednesday, 5 September 2012

Celebrando as minhas Vitórias...



Quando visitei o Brasil recentemente, encontrei lá uma amiga minha que eu conheci na África do Sul. Tinha pasado uns 6 anos desde da última vez que tivemos juntas. Ao me ver, ela começou a me encher de elogios de como eu era diferente, como minha aparência tinha mudado para o melhor, e enquanto ela falava, e comparei o que ela falava com aquilo que eu sentia de mim por dentro... era nada igual!

Dentro de mim, eu estava frustrada comigo mesma, pois estou na luta de perder o peso e de melhorar (pois não deveremos parar de querer ser melhores). Eu tenho um alvo que quero alcançar e enquanto não alcançar este alvo, não vou ficar quieta. Mas até eu chegar lá, tenho barreiras que eu tenho que ultrapassar e quando encontramos tal barreiras ficamos bem frustradas, não é? Pois é... percebi ali uma coisa. Uma guerra é composta de muitas pequenas batalhas, e cada pequena batalha que vencemos acrescenta à nossa vitória. Eu ainda não venci minha guerra, mas já venci muitas batalhas. E hoje vou celebrar algumas vitórias:

  • Agora dou valor a minha aparência. Não estou mas esperando para emagrecer para começar cuidar da minha aparência.
  • Agora me amo mais - não me vejo mais como a gorda feia. Não - sou uma fofa linda, kkkk.
  • Agora tenho mais disciplina com a minha alimentação, embora que ainda não estou vendo os resultados. 

Queridas, se nós não paramos para reconhecer e celebrar as pequenas vitórias, como teremos motivação para continuar perseguindo a alvo maior e vencer a guerra? Pare hoje para celebrar suas pequenas vitórias. E, as compartilhe deixando seu comentario abaixo, pois assim motivaremos umas as outras.

Um beijo grande para vocês!!!

P.S. Fiquem ligadinhas no meu blog, porque vem novidades por ai. 

Monday, 6 August 2012

Aventuras Escolares de Motlatsi - EBI

Olá Brasil, estou chegando!!! Vão me receber bem? Creio que sim. Não vejo a hora de vos conhecer. Um abraço para todas!





Saturday, 4 August 2012

Olá Amigas,


Eu estarei autografando meu primeiro livro, que faz parte da coleção Godllywood, no Domingo, 12 de agosto, na Bienal do Livro, em São Paulo, a partir das 18 horas. 


Será meu prazer lhe conhecer lá.



Friday, 3 February 2012

Foto da Semana: Amigas Como Irmãs



Normalmente, quando mulheres se reúnem, sua natureza competitiva entra em ação e muitas coisas feias começam a aparecer. Começam avaliar uma a outra e levar uma a outra para baixo. Sou grata por todas minhas amigas como irmãs nessa foto. O nosso amor uma pela outra é genuíno e se reflete nas nossas acções uma para com outra. Quando estamos juntas, tenho certeza de que estou rodeada de luz, porque não estou entre pessoas que fofocam e são maliciosas. A luz e as trevas não se misturam. Com quem você tem se misturado?

Tuesday, 31 January 2012

A Batalha Contra Gordura: A Balança...




Um dos erros mais comuns que pessoas cometem em suas jornadas de emagrecimento é ficar obcecada com a balança. Eu não sou a favor de me pesar todos os dias. A lógica me diz que vai ter uma diferença muito pequena entre o que pesei ontem e o que peso hoje, mesmo se a diferença mostrasse que eu emagreci. Isso pode levar à ansiedade – a sensação de que não estou fazendo o suficiente. Então, eu me poupo. Eu tenho mais prazer de saber que eu perdi tres quilos em um mês, do que 400 gramas em uma semana. Então, tome cuidado, meninas, os números podem lhe desanimar.

Além disso, há outros fatores a considerar. Sua perda de peso nem sempre sera refletido pelo número na balança. Quando você começar a fazer exercício, definitivamente vai começar a ganhar massa muscular, que é uma coisa muito boa, porque o músculo queima gordura, mesmo quando estiver sedentário. Mas, o músculo também pesa, então quando você ganhar massa muscular, o número na balança vai subir, mesmo que estiver queimando mais gordura.

Então, para saber se está indo na direção certa ou não, também mantenha controle das medidas do seu corpo. Meça a circunferência dos seus braços, suas coxas, seus quadris, seu peito e sua cintura. Mantenha um registro dessas medidas também. Quando você perder gordura, suas medidas irám diminuir . É importante lembrar, meninas, que é uma maratona e não um sprint. Não permita pressões externas a lhe fazer ficar desesperado. Continue lutando o bom combate. Eventualmente, terá um retorno.



Lhe vejo na linha de chegada!!!